Skip links

6 tipos mais comuns de gestores e como trabalhar com eles

O meio corporativo está repleto dos mais variados tipos de pessoas de origens e modos de trabalhar diversos. Pode ser um grande desafio quando você se depara com um gestor que pensa diferente, por isso elencamos os seis tipos mais comuns de chefes, identificados pelo expert de carreiras Heather R. Huhman, e como trabalhar com eles:

1 – O Workaholic

Balancear o trabalho com a vida social não é algo muito comum no conceito de um chefe viciado em trabalho. Esse tipo de gestor sempre irá colocar o trabalho à frente de outras atividades, você irá encontrá-lo trabalhando nos finais de semana, feriados e fazendo horas extras. O lado positivo é que ele sempre estará disponível quando precisar de alguma ajuda ou tirar uma dúvida. Mas não é porque seu chefe nunca deixa o escritório que você fará o mesmo. Faça todo o seu trabalho de forma eficiente e o “Workaholic” não será um problema.

2 –  O tradicionalista

Esse tipo de gestor provavelmente está na companhia por muitos anos. Os tradicionalistas são bem rígidos no jeito que trabalham e resistem às mudanças. Eles preferem fazer as coisas do jeito que elas sempre foram feitas. Se você trabalha com um gestor mais conservador, seja receptivo à antigos métodos, talvez esse jeito de trabalhar funcione muito bem. Ocasionalmente, você pode introduzir novos métodos e ver se ele topa o desafio.

3 –  O intimidador

Esse tipo de gestor acha que é essencial ser intimidador para que o trabalho funcione. Ele pode gritar ou assustar os funcionários para atingir metas. Um líder que assusta os funcionários não durará no cargo. Queixas e desistências dos subordinados podem ser uma bandeira vermelha para o gestor em questão. Mas isso não é uma garantia que  alguma coisa irá mudar. Se você for corajoso o bastante, pode confrontar o seu chefe (mas de maneira construtiva), agora se você se sente extremamente intimidado, talvez possa ser uma boa ideia começar a procurar por um novo emprego.

4 – O detalhista

O perfil detalhista é um perfeccionista, ele estará envolvido em tudo o que você fizer, Além de minuciar até aqueles pontos que passariam despercebidos. Ele também tentará controlar todo o seu trabalho. Se você acha que esse é o seu tipo de gestor, é importante não levar para o lado pessoal o seu envolvimento excessivo. Não deixe que isso leve sua motivação, ao invés disso, entenda que esse ruído sempre irá acontecer, então foque nas suas qualidades faça o melhor que puder.

5 – O camarada

Esse tipo de gestor quer ser amigo de todos os funcionários, ele quer ser visto com igualdade e querido por isso, se você tem um chefe assim é melhor começar a reparar se você não está passando os limites da intimidade. É “ok” você ser amigo do gestor, mas não deixe que isso influencie seu trabalho. Certifique-se que você está tratando seu chefe de maneira amigável, mas, acima de tudo, de modo profissional.

6 –  O ótimo chefe

Finalmente, o chefe ideal. O ótimo gestor é aquele que é justo, que consegue ouvir e também motivar. Ele pede por feedback e dirige de maneira positiva o ambiente de trabalho, também quer que você e seus colegas sejam vitoriosos.

A lição que fica é: não importa o tipo de chefe você tenha, sempre existe um jeito de ser bem sucedido, é possível aprender com ele e tomar notas dos hábitos que gosta. Mais cedo ou mais tarde você também estará nessa posição e será um ótimo gestor.

Leave a comment

Name*

Website

Comment