Skip links

O futuro já chegou: Inteligência Artificial invade o universo jurídico

   A inteligência Artificial ou simplesmente AI (Artificial Intelligence) é uma inteligência exibida por mecanismos e softwares que imita a humana. Passou a ser desenvolvida logo após a Segunda Guerra Mundial depois do artigo do matemático inglês Allan Turing, intitulado de “Computing Machinery and Intelligence” (Máquinas de Computação e Inteligência, em tradução livre) ser publicado. Tal artigo inspirou grandes nomes da tecnologia como Herbert Simon, John McCarthy, entre outros que atualmente são considerados os pais da AI.

   Esse tipo de inteligência já está inserida nos mais variados campos como, por exemplo, e-commerce, análises de previsibilidade, sistemas de armas inteligentes, chatbots e até mesmo na redução do tempo de espera em um site. Para permanecerem no mercado, os advogados devem compreender que há no Poder Judiciário um processo de informatização que implicará em mudanças sociais e nos postos de trabalho.

Ross, o Robô que faz o ofício de um advogado iniciante

   No Canadá, por exemplo, existe o robô Ross, desenvolvido pela Universidade de Toronto com tecnologia da IBM. Ross é considerado o primeiro robô advogado do mundo. A máquina foi projetada para entender a linguagem humana e atua como uma espécie de pesquisador jurídico onde examina milhares de documentos para reforçar os casos de uma empresa e ainda monitora a lei 24 horas por dia a fim de notificar advogados a respeito de novas decisões judiciais.  

   No Brasil temos a Yuki, primeiro Chatbot jurídico do país que foi desenvolvido pela startup Juristec+ por meio de Inteligência Artificial e com tecnologia própria. A Yuki capta, processa e retorna automaticamente respostas às questões dos usuários de forma amigável e interativa, serve como consultivo jurídico, tem opções de compliance, corporativo e até disponibiliza documentos.  Aprende constantemente por meio da sua base de dados que se expande diariamente. A ferramenta já opera em multinacionais e está em constante aprimoramento por parte de uma equipe multifacetada composta por cientistas de dados,advogados, programadores, matemáticos e linguistas.

   Logo, é notório que mudanças de perspectivas se fazem necessárias para a compreensão de um novo jeito de se fazer atividades laborais. As Inteligências Artificiais estão presentes no nosso cotidiano e com o passar do tempo isso se tornará ainda mais comum. Negar esse fato soará como algo ultrapassado. Contudo, ainda, nenhuma máquina é capaz de pensar, argumentar e criar objetos complexos e abstratos como os seres humanos. Assim como nos adaptamos às Revoluções Industriais, o bom profissional encontrará um ponto estratégico para usufruir de novas tecnologias e desenvolver suas potencialidades.

Leave a comment

Name*

Website

Comment